Isabel Camarinha

Sai Arménio Carlos, entra Isabel Camarinha, pelo menos essa é a proposta decidida pela Comissão Executiva, que será confirmada, pelo novo Conselho Nacional, que é hoje eleito.

Maria da Fé Carvalho, da União de Sindicatos do Distrito de Beja, estrutura afeta à CGTP, explicou o que está em causa neste Congresso e disse esperar que o novo mandato vá ao encontro do que se pretende para a Intersindical.

Isabel Camarinha, de 59 anos, com um percurso sindical de quase 30 anos no Sindicato do Comércio, Escritórios e Serviços, será, a confirmar-se, a primeira mulher a ocupar o cargo em 50 anos da CGTP.



Comente esta notícia