abutre

No abutre-preto será colocado um emissor GPS/satélite fornecido pela associação Vulture Conservation Foundation. O processo de marcação será coordenado pela Liga para a Proteção da Natureza. 

Assim, através do formulário que se disponibiliza na página de internet da Herdade da Contenda, em www.herdadedacontenda.pt, é possível, a todos os interessados, enviarem sugestões de nomes associados à toponímia local, até ao dia 3 de agosto de 2020. 

Como ainda não é possível afirmar se o jovem abutre é macho ou fêmea, cada participante deverá votar em 2 nomes (1 para macho e 1 para fêmea). 

Tratando-se de uma ave cujos movimentos podem ser acompanhados por satélite, haverá mapas de movimentos que serão disponibilizados ao público, em tempo real, estimulando o conhecimento da ecologia e biologia desta ave.

Os nomes para votação no caso de ser abrute macho são St. Aleixo, Safarejo, Pais Joanes, Medronho e Chaparrito. Já se for fêmea, Esteva, Safara, Moura, Tomina e Ferrenha são os nomes sugeridos. 


Comente esta notícia