poesia arvore vidigueira

São comemorações que surgem em parceria com o Agrupamento de Escolas de Vidigueira, Associação de Pais e Encarregados de Educação, Escola Profissional Fialho de Almeida, e o Gabinete Municipal de Protecção Civil.

Neste primeiro dia, o programa propõe, de manhã, a oficina de leitura performativa “Agora sem Mãos” por Paulo Condessa. Esta iniciativa, que vai decorrer no Agrupamento de Escolas, tem como público alvo os alunos do 9º ano de escolaridade.

De tarde, há “Stand-up poetry” , este espectáculo de poesia performativa por Paulo Condessa, dirige-se a alunos do ensino secundário e da Escola Profissional Fialho de Almeida.

À noite, no Centro Multifacetado de Novas Tecnologias, há “Conversa(s) à volta da leitura criativa” por Paulo Condessa, uma sessão para pais, professores, educadores, mediadores de leitura e técnicos.



Comente esta notícia