Parlamento Europeu
Nesta sexta-feira termina a campanha para as eleições europeias que se realizam no próximo domingo.

É o tudo por tudo, por parte dos partidos e coligações, para convencerem o eleitorado a votar numas eleições caracterizadas habitualmente por elevadas taxas de abstenção.
Em 2009, a nível nacional, só 36,77% do eleitorado é que votou, uma percentagem muito semelhante àquela que se registou no distrito de Beja, 36,92%, e que levou a taxa s de abstenção de mais de 63%.

No próximo domingo os portugueses são escolher os 21 deputados que, nos próximos 5 anos, os vão representar na União Europeia.

O PCP concorre, às Europeias 2014, coligado com "Os Verdes", o cabeça de lista, da Coligação Democrática Unitária, é João Ferreira numa lista onde consta também o nome de José Maria Pós-de-Mina, ex-presidente da Câmara de Moura.

Miguel Bento
, mandatário distrital de campanha da CDU, afirmou que um bom resultado nas eleições é a CDU ganhar nesta região e acredita que, isso vai ser possível devido à adesão que tiveram as propostas que foram apresentadas durante a campanha eleitoral.

O PS aposta em Francisco Assis, numa lista que inclui Renata Veríssimo, presidente do Departamento Federativo das Mulheres Socialistas do Baixo Alentejo e membro na Assembleia Municipal de Aljustrel.

Manuel Monge, mandatário distrital de campanha do PS, considerou que uma boa votação para o PS é naturalmente ganhar e acredita que os alentejanos compreendem a importância que tem votar nos partidos que têm a voz mais "poderosa" em Bruxelas.

O PSD e o CDS-PP uniram-se e vão a votos nas europeias na coligação "Aliança:Portugal" que tem como cabeça de lista Paulo Rangel. Carlos Valente, candidato do PSD à autarquia de Moura nas autárquicas de 2013, integra a lista da coligação.

Herlander Mira, director distrital de campanha da coligação PSD-CDS/PP, admitiu que o melhor resultado é ganhar e destacou o "esforço" e o "empenho" que houve nesta campanha.

O Bloco de Esquerda apresenta uma lista liderada por Marisa Matias, que inclui também o arqueológo Claúdio Torres.

O director distrital de campanha é Alberto Matos, considerou que um bom resultado é a derrota deste Governo e desta política.




Comente esta notícia