saude mental

Ana Matos Pires, coordenadora regional de Saúde Mental da ARS Alentejo, fez a ativação deste serviço no passado dia 15 de março e explica no que consiste esta resposta.

Ana Matos Pires esclarece, também, o que é importante saber relativamente a este serviço, deixando um caso prático, para se perceber como funciona.

Este é um serviço que está articulado com diversos organismos, tal como salienta Ana Matos Pires, relevando a importância da formação para quem responde do outro lado da linha telefónica e que serviços se articulam nesta resposta. Neste contexto, Ana Matos Pires releva o facto, de muitos municípios estarem a apostar nestas linhas de apoio, mas deixa, também, as indicações que os mesmos devem dar, nomeadamente as qualificações de quem responde, por serem fundamentais para a prestação deste serviço, na ajuda que se deve dar na área da saúde mental.

Ana Matos Pires é, igualmente, a diretora do Serviço de Psiquiatria da ULSBA e lembra que o mesmo mantém a sua atividade habitual, mas por telefone. Urgências e internamento são feitos nos moldes normais.


Comente esta notícia