Pavilhão Carlos Pinhão

Nesse sentido e, segundo o vice-presidente da Câmara de Serpa, Carlos Alves, “foram pedidas ao Regimento de Infantaria n.º 3, de Beja, a cedência de 30 camas. O pedido já foi autorizado pelo Estado-Maior do Exército”. "Esta é mais uma resposta da autarquia serpense a pensar na comunidade e nos imigrantes do concelho, que são muitos", sublinhou, ainda, Carlos Alves.

“Este centro de apoio será criado no Pavilhão Carlos Pinhão, em Serpa, local que, pelas suas características, permite o isolamento de duas salas, com acesso a balneários independentes”, explica a autarquia.

“Também a sua proximidade com o refeitório da Câmara Municipal e, ainda, com o Centro de Saúde, levou o Executivo a considerar este equipamento como o indicado, nesta fase”.

“Este centro permite que uma das salas, caso seja necessário, possa ser ocupada por pessoas com Covid19, ficando a segunda, para situações de emergência social, mas caso se justifique, as suas funções podem ser alteradas”.

A Câmara Municipal de Serpa volta a recordar que este é um momento de recolhimento, devendo a população sair de casa apenas nos casos autorizados.


Comente esta notícia