PSP

De acordo com a decisão do juiz que procedeu aos interrogatórios, ficaram sujeitos a prisão preventiva seis dos nove arguidos detidos.

Dois deles ficaram a aguardar julgamento em liberdade, mas sujeitos a proibição de contatos e à obrigação de se apresentarem diariamente no posto policial da sua área de residência.

A arguida detida ficou em liberdade, submetida a termo de identidade e residência.


Comente esta notícia