PSD + CDS

João Araújo, do PSD é o diretor de campanha e António Carneiro, do CDS, o subdiretor. As listas para as legislativas serão entregues até ao final de julho e deverão ser aprovadas nos primeiros dias de agosto.

Mário Simões, presidente da distrital laranja, referiu que hoje o distrito está melhor do há quatro anos e elogiou o desempenho deste Governo que recebeu um país falido e que entrega um outro, sem dívidas. Apesar de todas as dificuldades financeiras, frisou Mário Simões, o Governo investiu na região. Neste contexto afirmou que não deixou cair Alqueva, que na saúde o distrito não tem utentes sem médico de família e que no setor da educação há paz social, apesar de se registarem problemas com alguns edifícios.

Mário Simões prosseguiu dizendo que no plano social este foi o Governo que mais investiu duplicando o apoio herdado. Reconheceu contudo, as dificuldades no plano das acessibilidades, mas relevou o início das obras no IP8 e IP2.

Para o futuro, Mário Simões quer para os próximos quatro anos, a conclusão de Alqueva e alargamento do regadio, a entrega da gestão da água aos agricultores, investimento estrangeiro nas agroindústrias, a eletrificação da linha elétrica até Beja, que está prevista nos planos da REFER e a fusão da CIMBAL na CIMAL.

Luís Dargent, presidente da Distrital do CDS, referiu que o trabalho conjunto dos dois partidos foi mais fácil do que os adversários e alguns amigos desejariam.


Comente esta notícia