Pinela Fernandes

O PSD de Beja reconhece, no documento enviado à nossa redação, que “a situação de pandemia agravou muito a situação, principalmente dos que exercem a sua atividade económico-empresarial no concelho e com os postos de trabalho que lhes estão adstritos”. Neste contexto, o presidente da Concelhia de Beja do PSD, Pinela Fernandes, apela “ao sentimento solidário que os órgãos autárquicos devem ter, nomeadamente direcionando os seus esforços para a tomada de decisões, tendo em vista a minimização do impacto social e económico desta crise”. Pinela Fernandes sugere mesmo, que a autarquia bejense “aproveite as verbas não aplicadas, e orçamentadas, assim como as oportunidades que se perspetivam em termos de financiamentos comunitários” e que “desenhe os programas que melhor sirvam a população e as empresas locais”.

A Concelhia de Beja do PSD considera, ainda, que “a pandemia veio expor fragilidades e desigualdades na sociedade” e que é com “solidariedade política e estratégia institucional” que serão “reinventadas soluções e medidas públicas para contribuir para restaurar a confiança, no regresso à normalidade possível, de acordo com os padrões mais elementares de justiça social”.


Comente esta notícia