Pedro do Carmo AR

Acompanhado por eleitos do PS na Câmara e Assembleia Municipal de Castro Verde, Pedro do Carmo inteirou-se com detalhe das graves dificuldades financeiras que atravessa a Fundação Joaquim Franco, de Casével, onde nos últimos quatro anos os prejuízos atingiram quase meio milhão de euros devido ao número insuficiente de camas financiadas na UCC. Um quadro que, segundo os responsáveis da Fundação, tornam a sua gestão insustentável e põe em risco a sua sobrevivência.

O deputado do PS vincou no final da visita que não é admissível que a UCCC esteja com uma ocupação de apenas 50% da sua capacidade instalada, das 46 camas disponíveis, só 21 estão financiadas e que haja uma lista de espera de vários meses para os utentes que necessitam dos serviços que ali são prestados. Pedro do Carmo garantiu que vai fazer chegar aos responsáveis do Ministério da Saúde a informação detalhada que recolheu e a sua preocupação, assumindo desde já a sua confiança de que haverá uma solução para a UCC de Casével na próxima reestruturação da Rede Nacional de Cuidados Continuados que o Governo está a preparar.

Pedro do Carmo lembrou ainda, que o primeiro-ministro, António Costa, anunciou no passado dia 2, que a rede nacional de Cuidados Continuados será reforçada com mais 8.000 camas e que adiantou que, a expansão está prevista no Programa Nacional de Reformas, que a União Europeia já aprovou.



Comente esta notícia