Agua

Com o voto contra do PS na Câmara Municipal, a maioria da CDU aprovou um novo aumento médio de 7% no valor do preço da água, denunciam os socialistas, recordando que, no início de 2015, já tinham sido aumentadas as taxas em cerca de 8,5%.

Em declarações à Voz da Planície, António José Brito, do PS de Castro Verde, afirma que para além de se estar contra o custo mais alto da água, a oposição a esta medida é também sustentada pela falta de solução para os gravíssimos problemas existentes na muito degradada rede de distribuição na vila e nos sucessivos danos que isso causa, a pessoas e empresas. Acrescentou que com este voto contra, o PS demarcar-se desta atitude, que muito castiga a economia familiar dos Castrenses e exige que a CDU faça um esforço sério para requalificar a rede de águas e melhorar a sua distribuição.

Francisco Duarte, presidente da Câmara de Castro Verde, esclarece que não se trata de um aumento, mas sim de uma adaptação aos novos regulamentos impostos pela tutela e frisa que o PS continua a apostar numa campanha de desinformação, de mentira e de não compreensão dos problemas.


Comente esta notícia