Fenprof

A decisão foi tomada no Plenário Nacional dos Professores e das Escolas, promovido pela FENPROF, cerca de 500 docentes aprovaram as principais exigências a apresentar ao Ministério da Educação e ao Governo nos processos negociais em curso, bem como as linhas orientadoras para a luta a desenvolver ainda no 2º período deste ano lectivo.


No 3º período, caso o ministério da Educação mantenha posições negociais negativas ou continue a adiar os processos negociais, os professores e educadores avançam com uma Manifestação Nacional e, eventualmente, podem regressar à Greve.






Comente esta notícia

Galeria de fotos