JOÃO RAMOS DEPUTADO DO PCP POR BEJA
João Ramos, deputado do PCP eleito por Beja, considera que a produção agrícola em Alqueva não pode estar dependente de trabalho clandestino e de exploração e, por isso, já questionou o Ministério da Agricultura nesse sentido.

Esta preocupação surge depois de ter sido conhecida uma acção desenvolvida pela ACT em duas explorações agrícolas durante os trabalhos de vindimas e onde foram detectados trabalhadores clandestinos, ilegais e um menor.

João Ramos afirma que, com estas perguntas, pretendeu denunciar a situação e exigir ao Governo medidas para evitar estas situações porque os direitos dos trabalhadores têm que estar assegurados.

João Ramos recorda ainda que, já no ano passado, por altura da apanha da azeitona, o PCP tinha alertado o Ministério da Administração Interna para indícios de exploração laboral de trabalhadores imigrantes. O deputado quer agora saber, uma vez que se aproxima mais uma época de apanha de azeitona, se estão previstas acções de fiscalização.


Comente esta notícia