ovibeja

À cerimónia também se associam, entre outras personalidades, o Ministro da Agricultura, Capoulas Santos e o Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, tal como revela à Voz da Planície Claudino Matos, diretor-geral da ACOS-Agricultores do Sul.

A atribuição do nome do Parque de Feiras e Exposições a Manuel de Castro e Brito foi deliberada, recentemente, pela Câmara Municipal de Beja, resultante de proposta apresentada há cerca de dois anos pela ACOS – Agricultores do Sul, entidade organizadora da Ovibeja.

Manuel de Castro e Brito, falecido em Março de 2016, foi presidente da ACOS durante cerca de três décadas e motor impulsionador da Ovibeja desde a sua primeira edição.

Para a construção do Parque de Feiras e Exposições de Beja, inaugurado no ano 2000 pelo então Primeiro-Ministro, António Guterres, foi decisiva a determinação de Castro e Brito na sua persistente influência e conversações com os decisores políticos para a concretização desta obra.

Melhores condições e mais espaço de crescimento e de consolidação da Ovibeja e a criação de uma infraestrutura com relevância estratégica para a cidade de Beja e para a região foram alguns dos objetivos perseguidos por Castro e Brito para a construção do Parque de Feiras e Exposições.

É com o propósito de homenagear Manuel de Castro e Brito que a ACOS, nesta edição especial dos 35 anos, atribui o nome do antigo presidente da associação ao Parque de Feiras e Exposições, tal como explica Claudino Matos.

A decorrer de 27 de Abril a 1 de Maio, a edição comemorativa dos 35 anos da Ovibeja integra ainda uma exposição ilustrativa dos principais marcos do seu percurso. Uma feira plural sempre com os olhos postos no futuro e que este ano faz acontecer, mais uma vez, inovação, empreendedorismo e festa.


Comente esta notícia

Galeria de fotos