Porco raça alentejana
A revelação é feita em, nota de imprensa, pela organização do evento, no documento é também afirmado que Ourique partilha com Portel a defesa do montado como sistema fundamental para a afirmação do Mundo Rural e das Economias Locais, um pilar da paisagem que se constitui numa alavanca económica fundamental das duas comunidades, através da produção de cortiça, da criação de espécies produtoras de leite e de carne de elevada qualidade, da apicultura, da recolha de cogumelos comestíveis, das actividades turísticas, como o Turismo Rural o Ecoturismo e o Agroturismo, e do contributo para a biodiversidade, a conservação do solo, a qualidade da água e a produção de oxigénio.

Ainda segundo a organização, Ourique-Capital do Porco Alentejano acolhe Portel-Capital do Montado para uma celebração do melhor do Mundo Rural Alentejano nos seus produtos, nas tradições e na ambição em ser cada vez mais futuro, também com as oportunidades geradas pelo Alqueva.

É ainda destacado que o Montado é um activo para a produção agro-alimentar e para a afirmação da identidade regional que deve ser salvaguardado, na medida em que são pressupostos da qualidade e da excelência dos produtos regionais e da nossa capacidade de atracção como território, só com bons sistemas agro-silvo-pastoris de sequeiro ou de regadio é possível garantir a qualidade certificada dos produtos resultantes da criação do porco alentejano, dos ovinos, dos caprinos e dos bovinos.

Comente esta notícia