retirada amianto

 O principal objectivo passa pela recolha de mais de 4 mil assinaturas para levar a Petição a debate em plenário da Assembleia da República, esperando que dele resultem iniciativas parlamentares que contribuam para a resolução de um grave problema que se arrasta há anos.

Manuel Nobre, presidente do Sindicato dos Professores da Zona Sul, critica a actuação dos vários Governos quanto à remoção do amianto dos edifícios púbicos, ainda mais quando há imposições da União Europeia sobre esta matéria.

Ainda segundo Manuel Nobre no caso do distrito de Beja, foram feitas algumas intervenções mas ainda há muito por fazer e aponta os exemplos da escola de Santiago Maior e das secundárias de Serpa e Castro Verde.

O amianto foi um material muito utilizado na construção, estando actualmente proibido uma vez que há probabilidade da inalação dessas fibras, que podem ser libertadas quando as estruturas estão em mau estado de conservação ou são danificadas, provocarem inúmeras doenças, entre as quais do foro oncológico.



Comente esta notícia