Partido Comunista Português

No documento enviado à nossa redação, o Grupo Parlamentar do PCP frisa que “nos últimos meses, os trabalhadores têm desenvolvido uma importante luta por melhores condições de trabalho”, que “a Administração recusou qualquer diálogo com os trabalhadores e suas organizações representativas,” enveredando “por um caminho de repressão e assédio moral sobre os trabalhadores.”

O documento refere também que “a Somincor – Sociedade Mineira de Neves-Corvo, SA, subsidiária da Lundin Mining está entre as 10 maiores exportadoras,” que “é uma exploração estratégica” e que “tem uma importância central para a região e para o país, pelo que se exige o cumprimento cabal dos direitos dos trabalhadores e resposta às suas reivindicações.” Perante este quadro, o PCP requereu com carácter de urgência audições à Inspectora-Geral da Autoridade para as Condições de Trabalho, ao Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira e ao ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, no sentido de esclarecer e solucionar os problemas denunciados.

As audições foram requeridas pelos deputados do Grupo Parlamentar do PCP Rita Rato e João Dias.


Comente esta notícia