Deputado João Dias Parlamento

No requerimento enviado ao Ministério da Saúde é recordado que o PCP tem alertado, há muito, para esta questão, a de falta de profissionais de saúde nos cuidados de saúde primários na ULSBA, que está a afetar agora a população de Pias devido à aposentação da médica que assegurava a lista dos 1447 utentes em causa, tal como refere o deputado eleito por Beja, João Dias.

Os utentes, que estão sem médico de família, estão sem consultas médicas e sem a possibilidade de verem avaliados os exames complementares de diagnóstico já realizados, frisa João Dias, revelando que há, mesmo, mulheres grávidas que já foram informadas de que não terão o acompanhamento da gravidez por falta de disponibilidade dos serviços. O parlamentar avançou, ainda, que a junta de freguesia de Pias logo que tomou conhecimento da referida situação solicitou a intervenção da ULSBA, sendo que até à data não obteve qualquer resposta e que a população, que está a contar, também, com a ajuda da Câmara Municipal, está empenhada em ver esta situação resolvida.

No documento enviado à tutela, pelo Grupo Parlamentar do PCP, é perguntado se o Governo tem conhecimento das necessidades de profissionais no Centro de Saúde de Serpa; que informação tem sobre a falta de médicos a 1447 utentes da extensão de Pias; que medidas vai tomar para resolver a situação da carência de profissionais de saúde no Centro de Saúde de Serpa e na ULSBA e que medidas vai tomar para responder atempadamente a falta de médicos por condições de reforma e outras.


Comente esta notícia