Parque Fluvial 5 Reis

Nos últimos tempos, o local que vai acolher o futuro Parque Fluvial dos Cinco Reis, tem sido visitado por várias pessoas e, nesse sentido, a autarquia bejense lançou um comunicado, no qual esclarece que este espaço entregue ao empreiteiro “Vibeiras” é “área de obra” e é “nessa condição que permanecerá até 20 de julho, inclusive”.

A Câmara de Beja salienta que “o espaço está interdito à utilização pública, uma vez que se movimentam mesmo na zona de areal, fins-de-semana incluídos, viaturas pesadas que transportam materiais diversos para o Parque Fluvial”. As declarações são de Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja.

Além disso, o município bejense recorda que “ainda não existe limpeza e higienização do espaço, delimitação da zona para banhos, nadador-salvador, afixação das análises feitas à qualidade da água pela APA, apoio de bar, sinalética diversa, abertura dos parques de estacionamento e outros equipamentos que a seu tempo serão disponibilizados”. Neste contexto, o Município de Beja pede bom senso e que se aguarde pela inauguração a 24 de julho. As declarações são, também, de Paulo Arsénio.

Segundo explica o comunicado, “o empreiteiro pode recorrer ao auxílio das autoridades para retirar quaisquer pessoas da zona de obra, convenientemente assinalada, mas sistematicamente ignorada ou violada por alguns dos visitantes do espaço de obra”.

“A violação do espaço de obra é punível com contra-ordenação caso as autoridades decidam elaborar auto de notícia”, sublinha a Câmara Municipal de Beja, acrescentando ainda que “qualquer acidente que ocorra, dentro ou fora de água, na zona em obra e que é todo o Parque, é da responsabilidade individual até à abertura do mesmo”.

O Parque Fluvial será aberto ao público na sexta-feira, dia 24 de julho, ficando, nessa altura, "disponível para utilização segura de todos, sendo essa a data a partir da qual pode, e deve, ser frequentado e visitado", diz ainda a Câmara Municipal de Beja. 


Comente esta notícia