comprimidos

“A Comparticipação Municipal de Medicamentos, que teve início em 2008, é um instrumento de intervenção municipal que contribui ativamente para a dignificação e melhoria das condições de vida dos idosos e de famílias com baixos rendimentos oneradas com relevantes encargos com a aquisição de medicamentos essenciais para a sua saúde e bem-estar. O benefício a atribuir aos candidatos corresponde a uma comparticipação financeira de 100% por cada receituário do Sistema Nacional de Saúde entregue nos serviços de Ação Social do Município, após a validação das candidaturas”, refere a autarquia.

“Estes apoios sociais, a par de outras respostas de solidariedade social, correspondem à concretização de uma política municipal centrada nas pessoas, nas suas necessidades e na realidade do nosso Mundo Rural, num quadro de grande dispersão territorial, envelhecimento da população e construção de um ambiente comunitário positivo”, diz, também, o documento.


Comente esta notícia