Médico

Uma situação do conhecimento público que exige “mais do que nunca, o encontro de soluções excepcionais, mas sustentáveis, permitindo a reversão desta situação, tão breve quanto possível”.

Pedro Vasconcelos, presidente do Conselho Sub-Regional de Beja da Ordem dos Médicos, afirma que há já muitos anos que chamam a atenção para os problemas que se têm vindo a agudizar e considera que há uma degradação confrangedora na oferta dos serviços de saúde no distrito.

Para Pedro Vasconcelos é uma situação “revoltante” tendo em conta a qualidade dos serviços que existiam na região e considera que o facto, do interior ter “poucos votos” em nada contribui para a resolução deste problema.

O Conselho Sub-Regional de Beja da Ordem dos Médicos elaborou, no passado mês de Julho, um Memorando sobre o estado da Saúde na Região que, depois de enviado ao Bastonário, foi reencaminhado para a Comissão Parlamentar de Saúde da Assembleia da República. Segundo Pedro Vasconcelos a ideia é sensibilizar a “classe política” para a necessidade de serem tomadas medidas que possam reverter a actual situação da saúde na região.


Comente esta notícia