Capoulas Santos

O contrato foi assinado a 19 de agosto, na sequência de um concurso internacional. No entanto, o serviço foi suspenso a 26 de agosto por ter sido atingido o limite do valor global do contrato, de 36 milhões de euros, recorda a nota de imprensa enviada à nossa redação, pelo Ministério da Agricultura.

Capoulas Santos admitiu que o sistema possa vir a ser alvo de uma reavaliação, garantindo no entanto que não é intenção do Governo onerar mais os "produtores pecuários", disponibilizando-se para "estudar uma maneira de tornar mais eficaz este serviço e reduzir o esforço dos contribuintes", refere ainda o documento do Ministério da Agricultura.


Comente esta notícia