Bispo Coadjutor 1

Para D. João Marcos ser católico é ter coração universal, sem fronteiras, é ser capaz de ajudar o outro, independentemente do seu credo religioso e neste contexto condenou todo e qualquer fundamentalismo, frisando que o mesmo é bloqueio de inteligência.

O fundamentalismo não se opõe ao fundamentalismo esse não pode ser de todo o caminho, a afirmação é, igualmente, de D. João Marcos que explicou também, as suas palavras.


Comente esta notícia