NILZA DE SENA

A deputada do PSD referiu, durante a audição ao ministro do Ambiente, que “a população de Alvito vive aflita com a poluição da fábrica junto aos correios, cujas águas saem já putrefactas para a Ribeira de Odivelas e com gases muito nocivos à saúde, constituindo mesmo um problema de saúde pública na região”. Nilza de Sena exigiu, neste caso, medidas que minorem os danos causados e que assistam esta região.

Voltou a falar, também, Nilza de Sena, do caso de Fortes onde o problema persiste, “sem que as novas providências tomadas pela fábrica de bagaço de azeitona, nos últimos meses, tenham dirimido as dificuldades das populações”.

Para estas duas situações, a deputada social-democrata pediu uma solução urgente, frisando que as mesmas “provocam danos sérios de saúde às gentes” de Alvito e Fortes.


Comente esta notícia

Vivemos no Porto, visitamos muito o Alentejo, gostamos muito do Alvito. Uma vez reformados pensamos na compra e reconstrução de uma casa numa das ruas típicas da vila e com uma bonita vista para a planície. A ideia era a de uma utilização dupla; segunda habitação e exploração turística ( alojamento local). O espectáculo do fumo a rasgar a paisagem assim como os relatos dos seus efeitos nos dias de vento desfavorável fizeram-nos desistir. Mesmo acreditando que não prejudique a saúde é impossível que o fumo não afecte a qualidade de vida da população e não inviabilize novas modalidades de desenvolvimento para a vila. Nomeadamente o turismo para o qual tem grande potencial.

José Barbot

07/05/2019

Vivemos no Porto e visitamos o Alentejo com frequência. Gostamos particularmente do Alvito onde, uma vez reformados, pensamos adquirir e reconstruir uma pequena casa. A nossa ideia era dar-lhe uma utilização mista de segunda habitação e de exploração em alojamento local. Encontramos uma casa de que muito gostamos numa das ruelas típicas da vila e com uma linda vista para a planície. O espectáculo da nuvem de fumo a rasgar a paisagem fez recuar este nosso plano. Acabamos por desistir definitivamente depois de ouvir os relatos de alguns residentes sobre os efeitos do fumo nos dias em que a direcção do vento é desfavorável. Os efeitos do fumo, mesmo admitindo que não são nocivos para a saúde, por certo que afectam a qualidade de vida da população local assim como c o desenvolvimento da vila numa área para a qual ela tem grande potencial; o turismo.

José Barbot

07/05/2019