Cristina Taquelim

Lopes Guerreiro, cabeça de lista do Movimento à presidência da Câmara de Beja, afirmou que Cristina Taquelim tem trabalho feito, com reconhecido mérito na promoção da cultura na cidade e concelho, assim como preocupações sociais fortes. Acrescentou que no caso de ser eleita vai prestigiar o órgão e o concelho.

A candidata apresentou à Voz da Planície as três razões que a levaram a aceitar o convite, dizendo que o fez enquanto cidadã, juntando-se a um movimento de cidadãos que se preocupa em pensar e reflectir a cidade.

Prosseguiu dizendo que tem confiança em Lopes Guerreiro, que a cidade precisa de liderança e que acredita que o cabeça de lista do Movimento à presidência da autarquia bejense a pode liderar.

Por último frisou que o projecto do Movimento Independente define uma nova forma de participação dos cidadãos na vida da cidade. 

Comente esta notícia