Pneumonia

“Nunca, como no atual contexto, foi tão importante apostar em prevenção, um ato com ganhos quantitativos e qualitativos, transversais à sociedade. Para além da proteção individual que, no limite, reduz significativamente o número de mortes, optar pela vacinação é também investir em saúde pública, prevenir internamentos e assim contribuir para a diminuição do recurso aos serviços de saúde, nesta fase, sobrecarregados”, refere, ainda, este comunicado.

“Segundo o Instituto Nacional de Estatística, a Pneumonia mata uma média de 16 pessoas por dia, uma pessoa a cada 90 minutos. Em 2018, foi responsável por 43.4% das mortes por doenças do aparelho respiratório, 5.1% do total de óbitos no nosso país. A maioria poderia ter sido evitada através de imunização”, recorda, igualmente, o comunicado enviado à nossa redação.


Foto: Saúde Mais.


Comente esta notícia