bispo de Beja

A decisão, divulgada em nota de imprensa, surge “em consonância com as indicações do Governo e das autoridades de saúde”.

Diz o comunicado que “a Conferência Episcopal Portuguesa determina que os sacerdotes suspendam a celebração comunitária da Santa Missa até ser superada a atual situação de emergência”.

Os bispos católicos consideram ainda que é importante seguir “as indicações diocesanas referentes a outros sacramentos e atos de culto, bem como à suspensão de catequeses e reuniões”.

O bispo de Beja anunciou os “cuidados a ter a propósito do coronavírus”. D. João Marcos adiou “as peregrinações arciprestais à Sé de Beja”, neste domingo, dia 15 (Arciprestado de Beja) e no sábado, dia 21 de março (Arciprestados de Almodôvar e Odemira) ”. O bispo diz que a exposição e as conferências se vão manter.

Aos agentes pastorais, D. João Marcos realça que as orientações devem ser “levadas muito a sério”.

“Tranquilizem-se os fiéis, de forma a evitar situações de pânico”, frisa o bispo de Beja, dizendo que “é preciso cumprir as indicações da Conferência Episcopal Portuguesa com “a comunhão na mão”, evitando “o gesto da paz, o uso da água nas pias de água benta, e beijos ou outros gestos de contacto físico com imagens”. 


Comente esta notícia