Luís Carlos Martins

Luís Carlos Martins, que se apresentou com a moção “A Força de Uma Geração-Com os Jovens Afirmar o Baixo Alentejo”, defendeu “a importância da JS se constituir como uma voz irreverente e interventiva”:

Luís Carlos Martins afirma que, neste mandato de dois anos, a nível interno aquilo que se pretende é fazer crescer a “estrutura”, outro objectivo é ser a voz reivindicativa das ambições e dos anseios dos jovens.

Ainda segundo Luís Carlos Martins a JS do Baixo Alentejo deve procurar ser uma voz interventiva tendo em vista a construção de uma região com qualidade de vida a vários níveis.




Comente esta notícia