Paulo Monteiro foto

A obra "O amor infinito que te tenho e outras histórias", já premiada em Portugal, foi lançada pela editora Siex Pieds Sous Terre e recebeu críticas favoráveis por parte dos media especializados e de alguns generalistas, como o "Le Monde" e está nomeada, em França, para melhor banda desenhada, em três prémios distintos: "Prix Sheriff D’or 2013", atribuído pela livraria Espirit BD, de Clermont Ferrand, "Prix Bulles De Cristal 2014", criado pela livraria Ange Bleu, a Sul de Paris, e "Prix Lycéen De La Bd Midi-Pyrénées 2014", indicado pelos estudantes das escolas da região dos Pirinéus.

À Voz da planície, Paulo Monteiro disse que foi com enorme alegria que recebeu a notícia de que estava indicado para estes três prémios, em três regiões diferentes, e atribuiu as nomeações às boas criticas que a tradução do seu livro recebeu, quando foi editado em França.

Paulo Monteiro explicou também, a importância que aqueles prémios têm na comunidade interessada pelas questões da banda desenhada, disse que não está à espera de ganhar nenhum deles, mas relevou o facto, das nomeações em causa puderem contribuir para a divulgação do livro, fazendo-o chegar a mais leitores.

Paulo Monteiro já viu traduzido e editado, o seu primeiro livro em França, Espanha e Polónia.

Em 2014, o livro sairá no Brasil, Reino Unido e na Sérvia e, em 2015, deverá chegar à Coreia do Sul, com capas diferentes da edição portuguesa.
A internacionalização do livro de Paulo Monteiro, que não tem acontecido com esta intensidade na banda desenhada portuguesa, deveu-se sobretudo, a contactos feitos pelo autor e pela editora.


Comente esta notícia