comboio

A reunião foi realizada com o vice-presidente da IP, José Serrano Gordo, com o chefe de departamento, António Rodrigues e com uma equipa técnica da empresa.

O presidente da Câmara de Cuba expôs à empresa pública a necessidade urgente de investimento na linha do Alentejo, numa reunião que serviu para obter esclarecimentos em relação às suas potencialidades atuais, cruciais para a fixação de uma empresa privada com capacidade para gerar mais de uma centena de postos de trabalho, além de outros impactos positivos que necessariamente decorrem da fixação de uma empresa num concelho e região carentes de investimentos públicos e privados que contrariem a atual situação. O encontro, solicitado pelo Município de Cuba surgiu num momento em que existe interesse na realização de um importante investimento privado no concelho, que tem como “condição fundamental, para a sua fixação, a possibilidade de utilizar a ferrovia para o transporte de mercadorias”. As declarações são do presidente da Câmara de Cuba João Português.

João Português diz que a IP informou que está prevista a realização do estudo prévio para a Linha do Alentejo e que 2023 será a altura em que eletrificação e modernização poderão ficar concluídos. Como a questão do transporte de mercadorias era fundamental, João Português quis saber se seria possível e a resposta foi positiva, situação que o deixou satisfeito.

Outras preocupações da autarquia em relação ao estado das rodovias que servem o concelho, nomeadamente a EN-387, que faz a ligação do IP8 a Cuba e que não é intervencionada há mais de duas décadas, foram igualmente abordadas. A resposta sobre esta matéria não foi tão satisfatória quanto a anterior, mas a IP avançou a João Português que, apesar de não estar prevista no Programa de Infraestruturas, poderá ser intervencionada no 2º semestre de 2020.

Recorde-se que o Município de Cuba tem vindo, ao longo dos últimos tempos, a efetuar várias diligências no sentido de sensibilizar os decisores políticos para a necessidade urgente de modernização da Linha do Alentejo – troço que serve este concelho – para o transporte de pessoas e mercadorias e consequentemente para o desenvolvimento socioeconómico do concelho e da região. Em representação do Município, para além do presidente da autarquia, estiveram, também, presentes o presidente da Assembleia Municipal de Cuba, João Duarte Palma, e o Chefe de Gabinete de Apoio à Presidência, José Cabrita. 


Comente esta notícia