JCP

Em Portugal o desemprego conta já com cerca de 1 milhão e 500 mil desempregados, sendo uma vergonha o que a PT está a fazer com os seus trabalhadores e com o País, afirmou à Voz da Planície Pedro Martins, da JCP de Beja, frisando que esta é uma situação recorrente e que a empresa em causa trata os seus trabalhadores como meros números.

Pedro Martins acrescentou que em situações de despedimentos idênticos anteriores, constatou-se que a PT passado quatro meses voltou a contratar mais trabalhadores, mostrando que os despedidos eram realmente necessários. Relevou, igualmente, o facto, desta ser uma manobra para não se dar contratos efectivos e evitar que os trabalhadores possam integrar os quadros da empresa.

A JCP de Beja denuncia a postura da PT e reafirma a sua solidariedade com os trabalhadores, dizendo-lhes que não se resignem e que lutem por aquilo que é seu.

A JCP de Beja exorta ainda à participação, no dia de amanhã, na concentração em Belém, Lisboa, pelas 15.30 horas, convocada pela CGTP-IN, recordando que o direito ao trabalho e ao trabalho com direitos, não é um privilégio, mas sim um direito consagrado na Constituição da República Portuguesa.


Comente esta notícia

Estou convosco! É uma vergonha o que de uma forma recorrente acontece na PT. Está na hora de alguem fazer alguma coisa e dessa empresa e os seus dirigentes aprenderem a sua lição. Que seja feita justiça! Basta!!! Que todos estes trabalhadores se juntem e lutem por aquilo que têm direito. Trabalhar 8 anos para uma empresa de trabalho temporário será normal? Será legal? BASTA!

Anna

30/11/-0001