Hospital de Beja

Trata-se de 6 enfermeiros e 2 Assistentes Operacionais, que foram colocados, de imediato, em isolamento no domicílio, assegura a instituição.

A avaliação efetuada pela Unidade de Saúde Pública, determinou a colocação em vigilância ativa de 42 profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, assistentes operacionais).

A ULSBA informa, ainda, que esta situação se relaciona com um primeiro caso de uma utente internada em piso não COVID, que deu origem a mais cinco casos e esclarece que todos os profissionais desse piso foram testados, apresentando resultados negativos e que todos os doentes são testados previamente ao internamento.

Os serviços em causa adaptaram o seu modo de funcionamento a esta realidade, atendendo ao número de profissionais ausentes em vigilância ativa, não se tendo procedido ao encerramento de qualquer serviço ou camas de internamento.


Comente esta notícia