Festival de Banda Desenhada Beja

Um variado leque de iniciativas, com destaque para 20 exposições de autores de renome nacional e internacional fizeram de Beja, durante vários dias, a capital de Banda Desenhada do país. O epicentro foi a Casa da Cultura, mas o evento estendeu-se também a outros locais do centro histórico, promovendo desta forma os autores e o património de Beja.

Paulo Monteiro, responsável pela realização deste evento que na organização conta com a assinatura da autarquia de Beja, faz um balanço muito positivo desta edição.

Paulo Monteiro revela que o primeiro fim-de-semana, que contou com a presença de autores de BD de grande relevo do país e do estrangeiro, foi o mais concorrido de sempre, conheceu uma verdadeira enchente a nível de público.

Ainda segundo Paulo Monteiro, o Festival aos poucos vai entrando nos circuitos internacionais e dá o exemplo de “estrangeiros” que vieram de propósito a Beja para visitar o festival de BD.


Comente esta notícia