exposição Vidigueira

Formado em Cinema e Vídeo pela ESAP-Escola Superior Artística do Porto, Sérgio Braz d’Almeida estudou na FAMU-Film Academy of Performing Arts, em Praga como bolseiro da Prague Center For Further Education e Estudou Documentary film na USC-School of Cinematic Arts, Los Angeles.

Sérgio Braz d’Almeida, realizou vários vídeos experimentais e de cenografia para espectáculos, tem vindo maioritariamente a exercer a actividade de director de fotografia para cinema e televisão.

Segundo o autor a exposição que agora é inaugurada, em Vidigueira, foi construída em residências artísticas realizadas em Góis, Montemor-o-Novo e Arraiolos. Durante este trabalho, que foi desenvolvido ao longo de 2 anos, Sérgio Braz d’Almeida debruçou-se sobre um género que pensa ter caído em desuso na arte contemporânea, mas que permanece enraizado na nossa memória. Desde o início o objectivo deste trabalho foi sempre levantar questões sobre a contemporaneidade através dos objetos que consumimos, através de uma espécie de “pegada humana” de um certo tempo, de uma certa geração. 



Comente esta notícia