Alqueva

“Em 2020, apesar da situação de pandemia, foi o ano em que a EDIA conseguiu garantir que o abastecimento de água chegasse a todos, sem interrupções, e em que as obras, mesmo conhecendo alguns atrasos, tivessem uma afetação mínima”. Razões que levaram o presidente do Conselho de Administração da EDIA a referir que 2020 foi “um bom ano” para a empresa.

“Em 2021, na primavera, há obras que vão ficar concluídas e no final do ano, a EDIA quer ter mais 10 mil hectares de regadio concretizados”, referiu José Pedro Salema, dizendo, igualmente, que “há outras áreas onde a empresa quer crescer” e deixou alguns exemplos.

“As questões da agricultura de regadio são matérias que vão ser trabalhadas em 2021, dado que a EDIA quer mostrar que as desconfianças que existem em relação a esta matéria não têm fundamento”. “O turismo vai ser outra das apostas” e José Pedro Salema explicou como.


Comente esta notícia