Assinatura Eco Hortas Comunitárias com Tomé Pires

No âmbito daquele protocolo, a autarquia disponibiliza um talhão próprio e as infraestruturas existentes para o cultivo das hortas. A Escola Profissional compromete-se a disponibilizar o conhecimento técnico, através de esclarecimentos e acções de formação.

Com 31 talhões para atribuir, a Eco Horta das Carapuças tem inscrições a decorrer até ao dia 31 deste mês e é a primeira a arrancar no concelho de Serpa.

Obter produtos de boa qualidade, através de produção em modo biológico, que possam acrescentar valor ao rendimento familiar, constituir-se como um espaço de lazer e coesão social, assim como valorizar o ambiente, incrementando a biodiversidade, a par da formação para a cidadania dos munícipes, numa lógica inter-geracional, são os objectivos do projecto Eco Hortas Comunitárias do concelho de Serpa, refere a autarquia, em nota de imprensa.


Comente esta notícia