PCP Simbolo

Este foi um encontro em que a DRA do PCP refletiu sobre “os impactos da pandemia nos mais variados setores da economia da região” e em que concluiu que “as consequências mais negativas afetaram sobretudo os trabalhadores, os micro, pequenos e médios empresários. Estas são questões que preocupam o PCP, a par das da saúde e de outros serviços públicos da região”. As declarações são de Manuel Valente, da DRA do PCP.

“Neste contexto, a DRA do PCP pede que sejam tomadas medidas, no imediato, para ajudar trabalhadores, micro, pequenos e médios empresários, no sentido de ultrapassarem as consequências desta pandemia que condenou muitas empresas e que lançou para o lay off muitas pessoas”, disse, também, Manuel Valente. Acrescentou que “é preciso, igualmente, canalizar fundos comunitários para o território, assim como fazer um plano de investimentos que incida nas principais necessidades da região”, tal como esclarece, ainda, Manuel Valente.

“Neste encontro”, segundo Manuel Valente, da DRA do PCP, “foi analisada, igualmente, a luta de massas nos mais diversos setores”, entendendo-se a mesma “como forma de se encontrarem respostas para as necessidades mais prementes dos trabalhadores”.


Comente esta notícia