Símbolo do PCP

No documento enviado à nossa redação, a DORBE do PCP realçou “o quadro atual em que esta campanha se tem desenrolado”, deixando uma palavra de apreço a todos os que de que forma “corajosa” mantêm os serviços a funcionar, especialmente no setor da saúde. Sublinha, também, as decisões da candidatura de João Ferreira em “alterar e acautelar ao máximo no distrito, ações de campanha que poderiam potenciar risco de contágio”. Isto mesmo releva Miguel Violante, da DORBE do PCP, esclarecendo a forma como a campanha do candidato à presidência da República, apoiado pelo Partido Comunista Português, teve de se adaptar a este tempo de pandemia que se está a viver.

Miguel Violante frisou, igualmente, que “a candidatura de João Ferreira representa uma manifestação de confiança no povo português, na mobilização de energias e vontades de todos quantos aspiram e acreditam que é possível potenciar os recursos da região e criar condições para uma vida melhor”.

“Num contexto difícil que aumenta as condições para o crescimento da abstenção”, a DORBE do PCP sublinha “a necessidade, nesta fase final da campanha, de mobilizar a população para a importância da participação no ato eleitoral, de domingo, dia 24 e do voto em João Ferreira”.


Comente esta notícia