Formigas

Segundo nota de imprensa enviada à nossa redacção pelo Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), a descoberta foi efectuada por Cláudia da Silva Gonçalves, no âmbito da investigação para a sua dissertação sobre o \"Efeito do sistema de cultivo de olivais do Baixo Alentejo nas comunidades de formigas\" realizada na Escola Superior Agrária. No âmbito da sua investigação capturou formigas pertencentes a 16 géneros e 34 espécies e entre elas, encontrou as duas espécies \"citadas pela primeira vez em Portugal Continental\".

O trabalho de Cláudia da Silva Gonçalves foi efectuado no âmbito do projeto da ESAB sobre a utilização de indicadores biológicos como ferramentas para avaliar o impacte de práticas agrícolas na sustentabilidade do olival, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

As duas espécies de formigas descobertas pela investigadora do IPBeja são: Strongylognathus caeciliae (Forel, 1897) e Temnothorax tyndalei (Forel, 1909).


Comente esta notícia