exposição CPCBeja

Ao longo dos últimos 18 anos, os utentes do Centro de Actividades Ocupacionais do Centro de Paralisia Cerebral de Beja desenvolvem os seus trabalhos artísticos ao longo do ano, o resultado é apresentado numa exposição que já se tornou uma referência na cidade.

Este ano, a exposição apresenta um conjunto de 26 trabalhos representativos de uma visão descomprometida do mundo onde não há limites nem estereótipos de vida com abordagens tão distintas como a “Mulher Borboleta”, “O Sino e o Sapato” ou “O Olhar Escondido”. Uma mostra apresentada à Voz da Planície por Francisca Guerreiro, presidente do CPCB.

Esta parceria entre a EDIA e o CPCB, que existe desde 2002, tem vindo a constituir-se como um dos estímulos ao desenvolvimento intelectual dos utentes, reforçando a sua integração e inclusão social. Francisca Guerreiro salienta que a verba proveniente da venda dos quadros reverte para o CPCB e considera que em plena quadra natalícia este pode ser sempre um presente diferente para oferecer.



Comente esta notícia