Reabilitação da Piscina Descoberta

O projeto foi apresentado em março deste ano, no centro UNESCO, onde foi anunciado que a obra avaliada em 1 milhão e 600 mil euros, conseguiu um financiamento comunitário no valor de cerca de 1 milhão e 200 mil euros, sendo o restante (400 mil euros) suportado pelo município através de empréstimo, entretanto já aprovado e concedido pelo Banco Europeu de Investimento. 

Perante esta situação, em declarações à Voz da Planície, Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja garante que o executivo não vai “cruzar os braços” e frisa que é “imprescindível” utilizar a verba obtida através de fundos comunitários para o fim pretendido. O autarca esclarece que, provavelmente, o município terá que lançar um novo concurso, por um valor superior.

Paulo Arsénio revela, ainda, que a piscina descoberta abre no próximo sábado, dia 15, “com as melhores condições possíveis”, encerrando, à semelhança dos anos anteriores, às segundas-feiras para manutenção.


Comente esta notícia