BEJA NA RUA 3

Este Festival, da responsabilidade da autarquia bejense, em parceria com outras entidades do concelho e financiado no âmbito do Alentejo 2020, pretende ser um evento dinâmico de criatividade e de envolvimento dos criadores locais. Todos os dias há arte urbana e várias exposições espalhadas pelas ruas e galerias de Beja, concertos e muitas outras iniciativas, da Praça da República às Portas de Mértola.

O "Beja na Rua" propõe cante, concertos, poesia, danças e contos, workshops de desenho, de artes circenses e de origami, animação de rua, fanfarras, apresentações de coros, fado, exposições, mercado de rua, dança do ventre e dança duende.

Amanhã, dia 24, primeiro do evento, os destaques vão para os vários mini-concertos, que começam às 18.00 horas, pelas ruas do centro histórico e mastro popular, a partir das 20.00 horas, na Praça da República. Sábado há, entre muitas outras propostas, às 11.00 horas, no Largo do Museu, Piquenique Literário, com Encontro de autores na rua, da responsabilidade da Assesta - Associação de Escritores do Alentejo.

No dia 1 de julho, destaque para as atuações dos Adiafa e dos Ferro Gaita, de Cabo Verde; no dia 8 atuam os brasileiros Meninos de Minas e os Modas de Viés, com Paulo Ribeiro, Tango Paris e Moços da Aldêa, com a convidada especial Joana Espadinha. O festival encerra com um concerto de António Zambujo, no dia 16 de julho, pelas 23.00 horas. Todos os concertos têm lugar na Praça da República.


Comente esta notícia