Inov-Amedno-AL

O CEBAL iniciou um novo projeto intitulado “Inov-Amendo-AL: Microenxertia in vitro de amendoeiras de valor acrescentado para a promoção do amendoal no Alentejo”, que procura potencializar a competitividade do setor dos frutos secos no Alentejo, nomeadamente de amêndoa, através da introdução no mercado de plantas de amendoeira sadias e de valor acrescentado, obtidas com o auxílio de ferramentas biotecnológicas inovadoras. As declarações são de Liliana Marum, investigadora responsável do projeto.

O projeto pretende, para além de promover a técnica de multiplicação de amendoeiras, auxiliar os produtores na seleção de material vegetal mais adequado, potencializar o património genético português com promoção da diferenciação do produto e garantir material vegetal em bom estado na região, refere ainda Liliana Marum.

O projeto “Inov-Amendoal-AL” conta com um financiamento superior a 125 mil euros, e é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional através do Programa Operacional Regional do Alentejo – Alentejo 2020.


Comente esta notícia