Museu Municipal de Aljustrel

Aljustrel, refere a CDU, “possui um Museu Municipal/Núcleo de arqueologia, em funcionamento desde 2002, dedicado à arqueologia e história do concelho. Segundo a apresentação disponível no site do município: «O Museu Municipal de Aljustrel, depositário de grande parte do espólio arqueológico e etnográfico aqui recolhido, convida-o a realizar uma viagem no tempo, através dos artefactos utilizados pelos diversos povos que aqui se estabeleceram, desde os períodos mais remotos até à atualidade”. A CDU de Aljustrel acrescenta que “neste Museu é visível o desinvestimento da autarquia nas instalações e nos equipamentos, muitos deles obsoletos ou inoperacionais, onde é comum encontrar lâmpadas fundidas durante meses ou até anos; peças a deteriorarem-se à vista de todos, algumas dentro dos expositores a desfazerem-se por falta da manutenção; equipamentos elétricos obsoletos; materiais de apoio ao visitante arcaicos e o piso a necessitar de intervenção”. As declarações são do eleito da CDU de Aljustrel Manuel Nobre, que refere, ainda, o facto, “do Núcleo Museológico de Ervidel estar fechado há mais de seis anos e a deteriorar-se”.

Manuel Nobre frisou, ainda, que os eleitos pela CDU deixam o alerta de que"é urgente outra política, para garantir a existência de um verdadeiro serviço público de cultura".

A Voz da Planície contactou a Câmara Municipal de Aljustrel, no sentido de responder a estas acusações e o vereador Carlos Teles disse que a autarquia refuta as críticas relacionadas com o desinvestimento nos museus do concelho, explicou que o número de funcionários é o mesmo e que o Núcleo Museológico de Ervidel pode ser visitado, desde que seja contactado o Posto de Turismo, que se encarregará de colocar em prática esta possibilidade.


Comente esta notícia