IPBeja

O Mestrado em “Internet das Coisas” visa formar profissionais que dispõem, não apenas dos “conhecimentos clássicos da Engenharia Informática (programação, bases de dados, internet, sistemas operativos, redes de comunicação, comunicações móveis), mas também dos conhecimentos requeridos para a criação e programação de sistemas software-hardware incluindo a respetiva integração e comunicação”, explica o IPBeja. 

A instituição de Ensino Superior esclarece que “os diplomados serão profissionais de Engenharia capacitados para trabalhar com especialistas nos diversos domínios do problema e capazes de construir sistemas informáticos com componentes hardware e software aplicáveis a diversas áreas, nomeadamente saúde e bem-estar, educação, agricultura e turismo, casas inteligentes e cidades inteligentes”. 

Desta forma, o IPBeja realça que “será possível aplicar um conjunto de conhecimentos informáticos especializados, de áreas em grande crescimento, a um conjunto de problemas em áreas de relevância local, regional, nacional e internacional”. 

As candidaturas podem ser feitas online, aqui


Comente esta notícia