Silarca 2018

Na abertura do Festival da Silarca, Lucília Simão. presidente da Junta de Freguesia de Cabeça Gorda, destacou a importância do evento para a  valorização dos produtos endógenos, nomeadamente a Silarca, o Cante Alentejano e a dinamização da economia local.

Arlindo Morais, vereador da Câmara Municipal de Beja, realçou a importância do evento, assegurando que é com orgulho que a Câmara se afirma como parceiro da junta de Freguesia na organização do evento.

Do vasto programa deste evento destacamos para este sábado, a realização do passeio micológico, no perímetro florestal de Cabeça Gorda, em que a população é convidada a saber mais sobre o recurso silvestre que é o cogumelo.

A animação de rua é outra aposta com a presença do grupo de percussão de Beja “Rufar e Bombar” e do grupo de Almodôvar “Maravilhas do Alentejo” que vão percorrer algumas das ruas e cafés da freguesia.

O humorista Bruno Ferreira é o embaixador do Festival do Cogumelo e afirma que o certame, em 2018, mantém algumas iniciativas das anteriores edições, deixando um convite à participação de todos neste evento.

A organização do festival é da Junta de Freguesia de Cabeça Gorda e da Câmara Municipal de Beja.


Comente esta notícia

Galeria de fotos