bombeiros cuba luto

“Após uma prolongada luta pela vida que nos fez acreditar que fosse possível continuarmos com o Carlos junto de nós”, frisa a corporação, “infelizmente, chegou o momento que nunca desejámos”. 

“Consola-nos o facto de sabermos que o nosso homem foi um bravo lutador pela vida até ao fim”, salienta o comunicado. 

“Em nome dos corpos sociais e do comando e de todos os seus colegas e camaradas, transmitimos à família enlutada, sentidos e respeitosos pêsames, nesta hora de grande dor e sofrimento”. 

Recorde-se que João Português, presidente da Câmara Municipal de Cuba pediu, na última quarta-feira, mais apoios e investimento do Ministério da Administração Interna às corporações de Bombeiros. O apelo foi feito à margem da visita da Secretária de Estado da Administração Interna à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cuba.

 


Comente esta notícia