reciclagem

Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja explica que este é um projeto-piloto levado a cabo pela RESIALENTEJO, em conjunto com 6 municípios do distrito: Beja, Barrancos, Mértola, Moura, Ourique e Serpa. O autarca revela, que nesta 1ª fase, o sistema vai ser implementado, apenas, na zona do Centro Histórico da cidade.

Nesta fase de arranque, Paulo Arsénio esclarece que estão abrangidas 888 casas e que ultrapassadas as eventuais dúvidas ou confusões que possam surgir nos primeiros tempos, “depois do sistema estar mecanizado”, deverá ser alargado a outras zonas da cidade e do concelho.

“Para além de visar o aumento da deposição correta deste tipo de resíduos com vista à sua reciclagem, este sistema é mais justo para o cidadão, que pode ver deste modo o seu esforço recompensado. Quanto mais reciclar, menos vai pagar pelo seu lixo”, realça a RESIALENTEJO.

Os municípios associados irão divulgar junto dos moradores o calendário de recolha para, que no horário indicado, possam colocar os sacos no exterior.


Comente esta notícia