luta professores

 O distrito de Beja vai dizer “presente” no Plenário Nacional de Professores e Educadores que vai decorrer, amanhã, às 14.30 horas, na sede da Associação de Comerciantes em Lisboa.

Considera a FENPROF, uma das estruturas organizadoras da iniciativa, que o Orçamento do Estado reflecte aquilo que foi o discurso do ministro Tiago Brandão Rodrigues relativamente à resolução dos problemas que afectam a educação e que ficou patente numa reunião realizada no dia 22 de Janeiro. A FENPROF afirma que para este ministro, negociar é aceitar a sua política, o que é inaceitável e será objecto de combate.

Manuel Nobre, presidente do Sindicato dos Professores da Zona Sul, afirma que no plenário de amanhã estão em cima da mesa várias formas de protesto a realizar nos próximos tempos.

Ainda segundo Manuel Nobre é notório o grande desinvestimento que tem sido feito na educação e apresenta um exemplo concreto.



Comente esta notícia