CPCJ Beja

A CPCJ de Beja associou-se a esta campanha da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Protecção das Crianças e Jovens e promoveu ao longo do mês diversas actividades, sempre com o símbolo do laço azul por detrás.

Maria Manuel Coelho, coordenadora da equipa regional do Alentejo da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Protecção das Crianças e Jovens, afirma que, devido à pandemia do COVID 19, foi preciso “reinventar” o trabalho da Comissão e as próprias actividades propostas para este mês.

Ainda segundo Maria Manuel Coelho foram privilegiados os meios de comunicação virtual, ao mesmo tempo que destaca os trabalhos que foram realizados.

A história do laço azul começou em 1989, quando uma mulher norte americana amarrou uma fita azul na antena do carro, em homenagem ao seu neto, vítima mortal de maus tratos. Com esse gesto quis "fazer com que as pessoas se questionassem". A repercussão desta iniciativa foi de tal ordem, que Abril passou a ser o Mês Internacional da Prevenção dos Maus Tratos na Infância.

                        


Comente esta notícia